sexta-feira, 3 de outubro de 2008

eu cá gosto muito da disciplina de voto

A disciplina de voto imposta aos deputados da maioria socialista sobre a questão do casamento entre os homossexuais seria impensável nos EUA.
Alguém imagina os membros do Congresso serem obrigados pelo partido a aceitar que os desmandos dos banqueiros privados sejam tapados com o dinheiro (público) dos contribuintes?
Mas nós cá somos assim: aceitamos a liberdade de voto quando dá jeito e proibimo-la quando o assunto escalda.

3 comentários :

PRF disse...

Registei com agrado a frase de Paulo Pedroso, desconfio que fará doutrina em tempos próximos!

Anónimo disse...

Como princípio, sou a favor do casamentos entre pessoas do mesmo sexo, declarou o ex-porta-voz socialista Paulo Pedroso.
Desde que não sejam menores de idade por mim tudo bem.

PRF disse...

O deputado Paulo Pedroso, sobre esta matéria, afirmou que «deve ser-se radical nas opiniões e disciplinado nas decisões».

Foi este argumento que esta personagem utilizou para defender que na altura do voto se deve abdicar da consciência em prol da disciplina.

Foi assim que Hitler impôs ao povo alemão o Nazismo.